Comunidade

Mirinzal- Prefeito Amaury Almeida lamenta fechamento da agência do Banco do Brasil na cidade

 

Um vídeo divulgado em grupos de mensagens na internet, mostra a indignação do Prefeito da cidade de Mirinzal distante 196km da capital, Amaury Almeida, lamentando que a agência do Banco do Brasil deixe de funcionar, no vídeo ele enfatiza que não descansará lutando para que isso não se concretize.

Segundo ele além da cidade ser estratégica, cerca de cinco municípios depende dos serviços oferecidos pela agência, outra problemática é famílias que serão atingidas em meio a uma pandemia pela falta do emprego para sobreviver, ele ainda pede que o governo federal reveja as diretrizes para que o povo mirinzalense não sofra as consequências.

Ele disse ainda que a prefeitura está organizada com faixas pela cidade e na entrada do município para incentivar o pedido junto ao Banco em favor dos munícipes.

Sobre o caso

O Banco do Brasil anunciou no último dia 11 que 361 unidades serão fechadas em todo o país. A medida faz parte de um plano de reestruturação que englobam ações, tais como: a transformação de agências em postos de atendimento e um plano de aposentadoria incentivada. Segundo o BB, a unidades serão desativadas até junho.

“A reorganização da rede de atendimento objetiva a sua adequação ao novo perfil e comportamento dos clientes e compreende, além das medidas de otimização de estrutura, outros movimentos de revisão e redimensionamento nas diretorias, áreas de apoio e rede, privilegiando a especialização do atendimento e a ampliação da oferta de soluções digitais”, segundo comunicado do BB.

Entre as medidas também estão duas modalidades de desligamento incentivado voluntário aos funcionários. Os programas possuem regulamentos específicos que estabelecem as regras para adesão. A expectativa estimativa é que cerca de 5 mil funcionários venham a aderir aos dois programas de desligamento. O número final de adesões, assim como o respectivo impacto financeiro, serão informados ao mercado após o encerramento dos períodos de adesão que ocorrerá até 5 de fevereiro.

O imparcial//

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *