Saúde

Santa Helena – Pastor Francisco Martins morre aos 69 anos na capital, vitima da covid-19

Internado há cerca de 20 dias em um hospital da capital maranhense, São Luís, por conta de complicações da covid-19, faleceu na manhã deste sábado (27), aos 69 anos de idade, o reverendo Francisco Martins, pastor da Assembleia de Deus no município de Santa Helena, cidade de 42 mil habitantes, distante 160 km da capital, São Luís.

Integrante do Conselho Consultivo da Convenção Estadual das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Maranhão – CEADEMA e com mais de três décadas de ministério pastoral, o reverendo Francisco Martins exerceu o pastorado cristão em várias cidades do Maranhão: Cedral, Araioses, Turiaçu, Maracaçumé, Vitória do Mearim, São Mateus e atualmente Santa Helena.

Sua partida para a eternidade repercutiu fortemente entre a comunidade evangélica do Maranhão. Lideranças políticas e religiosas divulgaram notas manifestando pesar.

NOTA DE PESAR

A Convenção Estadual das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Maranhão – CEADEMA, na pessoa de seu presidente, pastor Francisco Soares Raposo Filho, juntamente com a mesa diretora, manifestam profundo sentimento pelo falecimento do mui digno pastor FRANCISCO MARTINS, filiado nesta instituição sob o nº 370. Foi autorizado em 03 de dezembro de 1989 e ordenado ao Santo Ministério da Palavra em 24 de novembro de 1991. Pr. Francisco Martins cooperou com o avanço do evangelho pentecostal em terras maranhenses. Sendo pastor titular em vários campos de nossa CEADEMA, como: Cedral, Araioses, Turiaçu, Maracaçumé, Vitória do Mearim, São Mateus, sendo Santa Helena o atual campo onde o pastor estava pastoreando.

Rendemos a Deus, toda honra e glória pela vida desse servo que, aprouve ao Senhor chamá-lo hoje ao descanso eterno. Que haja paz sobre sua memória, consolo divino à família enlutada e à Igreja Assembleia de Deus em Santa Helena -MA.

“Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo Juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas a todos os que amarem a sua vinda”. 2 Tm 4.7-8

No amor de Jesus Cristo, nossa esperança.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte/Abimael Costa.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *