Sem categoria

Prefeitura segue com cronograma de ações preventivas em áreas de risco na capital

Foto/Bine Morais

A Prefeitura de São Luís segue com o cronograma de serviços realizado de forma constante em áreas de risco na capital. São medidas implementadas pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior que visam garantir mais segurança à população, especialmente no período chuvoso. Dentro deste planejamento, ocorreu, na manhã desta sexta-feira (3), o início da demolição de imóvel localizado em área de risco no bairro Sacavém. A residência, situada na Rua São Luís, já estava desocupada há cerca de oito meses, após o período de intensas chuvas ocorridas no ano passado. Desde então, as famílias atingidas foram abrigadas em outros imóveis e passaram a receber o Benefício Eventual de Moradia (aluguel social).

O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo, ressaltou que houve um trabalho preventivo de conversação com as famílias e acrescentou que era preciso respeitar também os trâmites legais para realizar a demolição do imóvel. “Foi realizado todo um esforço para preservar a casa, mas, afinal, chegou-se a um acordo com os moradores. A demolição será feita de forma manual, pois não é possível realizar este serviço com máquinas pesadas. Depois vamos trabalhar na estabilização do terreno para não atingir as demais residências no entorno”, disse o secretário.
O serviço de prevenção nos locais mapeados pela Prefeitura tem como solução de engenharia a contenção das áreas de risco. De acordo com a Semosp, mesmo tendo iniciado o período de chuvas, o serviço de contenção continuará sendo realizado graças a soluções de engenharia disponíveis para este tipo de obra, com a utilização de concreto especial e fundação de estacas. Além do Salinas do Sacavém, o trabalho será realizado em áreas como o Sá Viana.

Moradores da residência atingida, que atualmente habitam em imóveis alugados, acompanharam o início da demolição da estrutura. Wilame da Silva Nogueira e Neurismar Lima da Silva são membros da família que habitou no referido imóvel por cerca de 60 anos e que testemunharam, com o passar dos anos, as construções na vizinhança crescerem no entorno, à medida que avançavam as ocupações na encosta que servia de sustentação para a casa deles, construída no topo do declive, que perdeu estabilidade ano após ano. “Moramos nesta casa por mais de 60 anos”, frisou Wilame.

CLUBE MAIS DIGA ONDE TEM, resgate cupons, colete selos, consiga pontos e ganhe recompensas. Baixe o aplicativo!

Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros deram apoio às equipes da empresa de engenharia contratada para a demolição do imóvel. A Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) informou que atualmente 365 pessoas dos bairros afetados pelas fortes chuvas do primeiro semestre de 2019, incluindo o Salinas do Sacavém, estão recebendo o pagamento do Benefício Eventual de Moradia (aluguel social).

Foto/Bine Morais

PLANO DE CONTINGÊNCIA
Vale lembrar que a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc) via Superintendência da Defesa Civil apresentou o Plano de Contingência, cuja minuta foi entregue durante apresentação técnica realizada no auditório da Vigilância Sanitária Municipal. O documento apresenta dados como o mapeamento das áreas de riscos e designa instituições a serem contatadas em caso de sinistros, assim como relaciona a estrutura que deverá ser disponibilizada para fazer o devido atendimento às pessoas. A ação é parte dos esforços da gestão do prefeito Edivaldo para assegurar agilidade e eficácia em áreas consideradas de risco.

Desde 2013, o município de São Luís não registra óbitos resultantes de sinistros ocorridos durante o período chuvoso. Em 2019, a Defesa Civil atendeu mais de 500 ocorrências durante o período chuvoso na capital e realizou mais de 300 vistorias técnicas em residências das chamadas áreas de risco da cidade. Além de atuar preventivamente, por meio de ações de monitoramento, o órgão também procurou montar um trabalho de orientação à população por meio da formação de Núcleos Comunitários da Defesa Civil (NUCDCs), onde moradores recebem treinamento sobre como agir e acionar o serviço em caso de urgência. Há seis NUCDCs implantados. Eles funcionam nos bairros Sá Viana, Túnel do Sacavém, Quintas dos Machados, Vila Lobão, Vila Conceição e Vila Dom Luís.

Prefeitura de São Luís

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *