Notas do blog

Por que o Faustão com toda sua tradição fatura o maior salário da televisão brasileira?

Já ouvi alguns líderes de mercado afirmar que “ninguém é insubstituível”. Entristece-me essa visão míope de gestão e liderança, e ao mesmo tempo me gera um alerta de que, hoje, mesmo diante de tantas constatações mercadológicas e administração científica da importância da valorização e desenvolvimento do capital intelectual, ainda existam profissionais que pensem, externalizem e ajam desta maneira.

Respondendo à pergunta título deste artigo, Faustão possui o que na gestão com pessoas, chamamos de representatividade institucional estratégica. O apresentador de um dos programas mais tradicionais da televisão brasileira possui o mesmo programa há 30 anos, improvisa durante o programa, faz a leitura das suas atrações em papéis escritos à mão, expõe abertamente as suas opiniões sobre os mais diversos temas e mesmo assim chega a faturar 5 milhões de reais mensalmente de salário, sem contar as ações publicitárias.

O artista possui o patrocínio de gigantes da publicidade brasileira como Casas Bahia, Banco Original, Nestler, Ifood e outros importantes nomes.

Mas, por que, ele faz tanto sucesso?

Na administração de empresas, quando falamos de pessoas existe um mapa chamado de C.H.A – que são as competências, habilidades e atitudes de um profissional.

A competência do Faustão vai muito além da técnica televisiva. Ele conseguiu ao longo dos últimos 30 anos criar um estilo próprio de apresentar, estabeleceu a sua marca e agregou força institucional à sua imagem, conseguindo ser reconhecido pela empresa, colegas e patrocinadores. A sua credibilidade profissional atrai patrocinadores e fãs. Segundo o Portal Terra, Faustão é exímio negociador por trás das câmeras – há apresentadores que não se envolvem em nada nos bastidores de seu programa. Sequer participam das reuniões de pauta. Fausto é o oposto: pesquisa, opina e exige aprovar cada novidade. E negocia ele próprio com os principais anunciantes de sua atração. Os acordos financeiros costumam ser fechados em jantares festivos na sua mansão ou em almoços de negócios em restaurantes estrelados da capital paulista.

De acordo o Jornalista Jeff Benício, Faustão sabe reinventar-se – o apresentador nos últimos 28 anos já exibiu centenas de formatos de quadros e competições. Está sempre em busca de renovação para surpreender (e fidelizar) o telespectador com cada vez mais opções de entretenimento.

Quando você pergunta por que alguém ganha o salário tão alto, talvez não se trate apenas de tarefas, mas de representatividade institucional estratégica – qual o pensamento desse profissional, o quanto ele agrega ao time, qual capacidade de articular pessoas e fazer alianças estratégicas este profissional possui.

Faustão mostra muito bem que é mais do que um simples apresentador e que a máxima ninguém é insubstituível não é uma verdade de mercado.

Fernando Coelho – Publicitário, Professor Universitário e Escritor. Mestre em Ciências da Educação, Mba em Administração Estratégica, Mba em Marketing e Especialista em Gestão do Ensino Superior. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *