Notas do blog

Paço do Lumiar – Núbia Dutra limita comentários em seu Instagram.

A primeira-dama e secretária de Planejamento do município de Paço do Lumiar, Núbia Dutra, esposa do prefeito Domingos Dutra, que ficou muito conhecida após ser alvo de uma operação Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), com o apoio da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor), está impossibilitando os internautas fazer comentários em suas publicações no Instagram.

O perfil de Núbia (@dranubiafeitosa ) possui 1.190 seguidores dos quais 798 ela segue. Analisando os comentários é possível observar que todos são positivos e disparados, em sua maioria, por assessores. Outro detalhe observado é que a primeira publicação no Instagram de Núbia foi feita no dia 15 de maio de 2019, oito dias depois da primeira dama ter sido alvo da operação da (Seccor).

Nos bastidores da política de Paço do Lumiar,  há comentários que a divulgação das ações da secretária foi um estratégia para melhor a imagem de Núbia Feitosa e diminuir o impacto da operação.

Núbia Dutra, segundos fontes que trabalham com ela, não aceita contradição e tem um comportamento autoritário, desrespeitoso e demagogo com os servidores da prefeitura de Paço do Lumiar.  O que se percebe e que para não enfrentar uma avalanche de comentários [críticos] em suas publicações, já que, e isso Dutra sabe, a primeira Dama é rejeitada pelos próprios aliados, Núbia tomou uma atitude totalmente contrária a liberdade de expressão do eleitor Luminense. Pois a população fica impedida de comentar as ações da secretária de Planejamento do município, isso porque são feitas, exclusivamente, no Instagram da Esposa de Domingos Dutra.

A PRIMEIRA-DAMA E SEU RELACIONAMENTO COM AGENTES PÚBLICOS DE PAÇO.

Rola nos corredores da câmara de vereadores, informação confirmada por um antigo vereador da Cidade, que muitos parlamentares já foram humilhados pela primeira dama, mas tanto servidores da prefeitura quanto os vereadores preferem não falar abertamente do autoritarismo de Núbia, pois quem faz isso sabe que sofre as consequências. No caso dos vereadores, “Somos retalhados”, argumentou um certo parlamentar durante uma roda de conversa na câmara de vereadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *