Política,  Utilidade Pública

Lahesio Bonfim discursa como pobre, mais é detentor de patrimônio milionário

Não há nenhum problema em ser detentor de grande patrimônio ou de riquezas, desde que conquistados licitamente, óbvio. Mas, há um grande problema em fingir ser o que não é, ou de ocultar patrimônio na declaração de bens à Justiça Eleitoral.

Apesar de se apresentar como homem simples, honesto e que tem dificuldades financeiras pra fazer pré-campanha, Lahesio Bonfim tem patrimônio milionário e teria alterado sua declaração de bens na Justiça Eleitoral.

Dos bens que foram informados pelo prefeito da pequena São Pedro dos Crentes em sua primeira declaração, o político retirou sua cota de participação em um auto posto no valor de R$ 180 mil; retirou 344 cabeças de gados que valem quase R$ 1 milhão; sumiram dois terrenos na Avenida Luiz Rocha que somam R$ 100 mil; desapareceu de seu um veículo Corola no valor de 91 mil reais.

O ex-prefeito de São Pedro dos Crentes tirou do seu nome suas cotas na empresa Clínica Teresina no valor de R$ 120 mil e ainda duas Fazendas – a Água Bonita, no valor de R$ 250 mil e a Mutum, localizada na zona rural do município avaliada em R$ 1,5 milhões.

Ainda assim, o pré-candidato, que às vezes não tem nem dinheiro nem pro almoço e nem pro jantar, declarou bens no montante de R$ 2 milhões.

Ah, se todo mundo fosse pobre com Lahesio. Quem dera. Não é feio ser pobre; não é feio ser rico. Mas é muito feio fingir ser o que não é.

 

Veja abaixo a primeira declaração de bens feita por Lahesio.

 

Agora veja como encolheu a segunda declaração de bens.

 

Fonte/ blog do Jeisael Marx

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *