Notas do blog

Edivaldo confirma licitação para wi-fi grátis nos ônibus de São Luís

Imagens da internet

O prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT), explicou como a capital do Maranhão tem enfrentado os problemas e quais são as expectativas para a cidade este ano, em entrevista a O Imparcial.

Edivaldo explicou como o município de São Luís tem conseguido se destacar durante o período de recessão que o Brasil tem enfrentado, que gerou desemprego, atraso nos salários, queda na renda familiar, corte de investimentos.

Para Edivaldo, a crise na proporção que o país enfrenta afeta a todos sem dúvida. “Tem sido um período difícil, com queda de receita e desemprego, o que naturalmente resulta em mais demandas para o poder público em face da perda do poder aquisitivo da população e do aumento da desigualdade. Não tem sido fácil, e temos o agravante em São Luís de ter começado a gestão, em 2013, com uma dívida de mais de R$ 1,5 bilhão nos cofres municipais, folha de servidores em atraso e serviços como educação, saúde e limpeza pública em situação de emergência pelo grau de sucateamento”.

O prefeito de São Luís explicou que o município conseguiu vencer as adversidades com planejamento e criatividade, que foram fatores essenciais para os avanços. “Na contramão de parte dos grandes municípios, inclusive de capitais, São Luís vem mantendo o equilíbrio das contas e fazendo investimentos no que é essencial para a população. Com responsabilidade, adotamos medidas de austeridade, definimos prioridades e reorganizamos as finanças públicas, sem cortes de serviços, o que foi um grande desafio. Então, eu diria que não ficamos acuados com a crise, estamos é a enfrentando com muito planejamento e trabalho”, explicou.

O GRANDE AVANÇO

Sobre avanços, o prefeito disse: “São vários, mas eu posso citar a modernização do transporte como exemplo. Havia certo descrédito da população quando anunciei, em meu primeiro mandato, que faria a licitação do sistema de transporte urbano e implantaríamos ar-condicionado na frota […] Hoje a melhoria desse serviço é uma realidade. Fechamos 2018 com 638 veículos novos inseridos no sistema urbano, o que representa 76% da frota circulante. Já são 275 ônibus climatizados, incluindo 21 ônibus articulados, que são uma novidade na cidade também. É uma realidade muito diferente de antes, quando ônibus com idade acima de 10 anos circulavam pela cidade, sem acessibilidade ou qualquer conforto ao cidadão que faz uso do serviço. […] A idade média da frota hoje é de 4,5 anos e vamos reduzir ainda mais. Este ano a meta é inserir mais novos ônibus, todos com ar-condicionado. Importante lembrar, até para que o cidadão fiscalize, que como esse avanço se deu em um processo licitação, não pode ter descontinuidade. Ou seja, os próximos prefeitos precisam exigir o cumprimento do contrato com os consórcios que prestam o serviço, para que a cidade tenha assegurada a gradativa melhoria do transporte. Posso armar que implantamos uma política de transporte coletivo em São Luís onde as diretrizes se dão levando em conta o bem-estar da população que utiliza o serviço. Este legado é a minha gestão que está deixando para a cidade.

WI-FI NOS ÔNIBUS

“Vamos ter esta novidade também em breve para as pessoas que usam o sistema de transporte urbano. A licitação para implantação do wi- já foi realizada, e estamos acompanhando agora as formalidades que precisam ser cumpridas. Nossa expectativa é que o serviço entre em operação, em teste, ainda neste semestre […] O serviço de internet nos coletivos é mais uma medida da nossa gestão para a comodidade e segurança do cidadão. Nesta linha já temos GPS em toda a frota, Bilhete Único, biometria facial, Aplicativo Meu Ônibus e Cartão Criança”, disse.

MELHORAR A MOBILIDADE

“Antes da nossa gestão, trafegar nas ruas e avenidas de São Luís era um verdadeiro caos, com engarrafamentos para todos os lados, sobretudo nos horários de pico. Hoje, ações inteligentes, eficazes e de baixo custo mudaram completamente essa realidade. […] A resposta está nas ruas. Já fizemos intervenções, por exemplo, no Aterro do Bacanga, Jaracati, Curva do 90, Renascença, Av. Litorânea, Viaduto do Café, Maranhão Novo, Aririzal, São Francisco, Av. dos Africanos, Av. São Luís Rei de França, Cohab, Av. Guajajaras, entre outros pontos. São mais de 40 intervenções realizadas viárias realizadas pela Prefeitura. Na rotatória da Forquilha e no retorno do aeroporto, outros dois pontos históricos de engarrafamento que acabamos com a construção de intervenção viária, as obras se deram por meio de parceria com o Governo do Estado. […] Implementamos também as faixas exclusivas para reduzir o tempo de viagem de quem usa o transporte coletivo e seguimos modernizando-o, com veículos novos, adaptados e climatizados. Já estamos com 76% da frota renovada, o que nos torna a capital do Norte-Nordeste com maior proporcionalidade de veículos com arcondicionado: 275 ônibus climatizados. Essas ações são fruto da licitação do transporte, realizada na nossa primeira gestão e que era um dos principais anseios da população”.

PAC CIDADES HISTÓRICAS

“O Centro de São Luís tem recebido uma atenção especial da nossa gestão, como há muito tempo não se via. Para se ter uma ideia, o que estamos presenciando é o maior volume de investimentos nessa região dos últimos 30 anos. Enquanto gestor e como cidadão que ama a sua cidade, ajudar a proporcionar isso para a população é motivo de grande orgulho e satisfação. […] E os avanços vão continuar. Estão ainda previstas a revitalização de espaços importantes como o Largo do Carmo, João Lisboa e a construção da Praça das Mercês, entre outras obras também executadas pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) em parceria com a Prefeitura de São Luís. […] Previsão para este ano ainda da reforma da Praça da Saudade, Praça da Misericórdia, Parque do Bom Menino, área da Fonte do Bispo (onde situa-se um dos mais antigos terminais rodoviários da cidade), além das obras de mobilidade com a construção e revitalização de calçadas, entre outros, que serão executadas com a parceria do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). Estamos resgatando o Centro de São Luís. Seguramente, nenhum gestor público fez mais pelo Centro da nossa cidade do que a minha gestão. […] Além dos investimentos na infraestrutura, vamos também manter e continuar ampliando as ações de reocupação do Centro, como o programa Reviva, que valoriza a nossa história, cultura e patrimônio arquitetônico, e a Feirinha São Luís, outro exemplo de sucesso que atrai milhares pessoas para o Centro Histórico que, inclusive, me rendeu o título dado pelo Sebrae de Prefeito Empreendedor”.

O 4ºPoder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *