Notas do blog

Cedral – Moradores fazem mutirão para limpeza de cemitério após omissão da prefeitura

Na última semana, moradores do povoado de Outeiro/Cedral realizaram um mutirão para limpeza do cemitério local que estava abandonado a muito tempo. Uma comissão organizada, arrecadou dinheiro além de mão de obra voluntária para capina, pintura, restauração interna do cemitério além da iluminação.

Com o resultado positivo os organizadores não pretendem parar e já marcaram para o dia 25 deste mês com ajuda da própria população, o início dos trabalhos para a construção de uma capela dentro do cemitério, afim de acolher as pessoas no momento do último adeus aos seus entes queridos.

A população aprovou a iniciativa e já se dispôs  a ajudar nos próximos trabalhos voluntários.

“se for esperar pela prefeitura pelo poder público a gente vai ficar a mercê vai ver navio passar e nada ser feito” disse um morador do povoado. 

Outros casos

Cedral é um dos municípios maranhense que está passando por uma calamidade pública nos últimos anos, da saúde a educação e continua até nos pagamentos dos servidores que estão com salários atrasados há alguns meses.

Segundo informações, os servidores trabalham desestimulados sem alternativas e sem resposta, ainda segundo informações de funcionários do município, que trabalham na Unidade Básica de Saúde (UBS) local, eles estão três meses sem pagamentos, porém alguns ligados a gestão recebem por “debaixo dos panos” o que deixa a outra parte indignada.

Outra denuncia veio da Secretaria de Assistência Social (SEMAS), que segundo eles, a prefeitura continua contratando mais funcionários e demitindo outros sem nenhuma explicação. O que vem se tornando uma bola de neve, por conta dos salários atrasados.

“o fundo municipal recebeu várias transferências federais e mesmo assim os salários continuam atrasados” relatou um funcionário indignado com a situação que nos enviou um anexo que comprova o repasse.

Print da Tela de Celular

A prefeitura não se manifestou em nenhum dos casos denunciados sobre a gestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *