Opinião

Aprendendo a se adaptar com o “novo normal” por Kleber Joilson

Como podemos observar, nossas cidades estão aos poucos retomando suas atividades ditas não essências tentando recuperar suas perdas financeiras. Em meio a tantas incertezas todos tem a esperança de recuperar um pouco de suas antigas vidas, mas isso será incerto já que estamos em uma nova fase de convívio em sociedade aprendendo a viver juntos só que distantes.

Agora estamos policiando nossos passos e tomando medidas para garantir a saúde de todos e bem estar, e assim garantir que todos possam voltar a circular pelas ruas. Embora esteja sendo adotado o sistema de flexibilidade de atendimento de certos segmentos do setor de comercio e turismo, deve aplicar regras de distanciamento e higienização. Mesmo com essas regras ainda podemos notar um pouco de recusa por parte da minoria da população que insiste em não seguir as normas de saúde.

Agora não estamos mais só nos protegendo e sim cuidando uns dos outros, tendo essa consciência poderemos seguir com nossas atividades, sem termos que passar mais um longo período isolados em casa. Devemos sair de casa só se for de extrema necessidades tomando os devidos cuidados de proteção e assim evitar ao máximo ficar transitando sem necessidade causando aglomerações.

Temos que contribuir mais do que nunca para conseguirmos combater esse vírus, ao mesmo tempo retomamos nossas atividades presenciais com diminuição de público nas lojas e órgãos públicos tentando amenizar os prejuízos financeiros causados pelo isolamento que passamos nesse longo período. Mediante esses pequenos retornos estamos voltando a nossa nova rotina de viver.

Temos que nos acostumar aos nossos novos hábitos e regras de convívio social para que podemos ter nossas atividades financeiras de volta, muito ainda falta para termos tudo funcionando nesse novo “normal”. Tudo depende da nossa capacidade de entender e se adaptar as situações que surgem no nosso dia a dia, aceitando as regras e normas estabelecida conseguiremos trabalhar e nos proteger.

Diante desse novo cenário que estamos enfrentando temos a certeza que nos tornamos pessoas mais humildes e humanas, vemos que todos estão passando pelo mesmo problema só que em muitos casos as perdas foram inimagináveis em suas vidas. De certo modo ainda notamos um pouco de receio mesmo adotando os protocolos sanitário, devemos sempre ter em mente que devemos sair somente em caso de extrema necessidade.

Mesmo diante de uma certa diminuição dos casos devemos sempre evitar sair sem necessidade, pois em certos lugares ainda não é seguro sair as ruas. Todos temos que colaborar evitando sair de casa sem motivo e quando sair não entrar em locais onde tenha muita aglomeração de pessoas, embora seja difícil temos que evitar. Nosso menor ato é nossa maior contribuição para o bem de todos.

Agora vivemos em um mundo com novas regras e normas para todos conseguirem voltar a conviver em sociedade fora de casa. Somos seres que temos a necessidade de conviver com outras pessoas é de nossa natureza. Vamos vencer mais essa batalha como já fizemos antes e seguiremos em frente.

“Nossos menores atos, são os mais valiosos”

Autor Kleber Joilson 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *