Notas do blog

Agem apresenta projeto de construção da Praça de alimentação do Maiobão

 

 

O Projeto foi apresentado e discutido com os vendedores ambulantes pelo secretário Lívio Mendonça, vereador Miguel Ângelo, prefeitura de Paço e a direção da escola Domingos Vieira Filho.

Na tarde desta terça feira (20), uma equipe da Agência Executiva Metropolitana, o vereador Miguel Ângelo e uma equipe de secretários da prefeitura de Paço do apresentaram aos trabalhadores informais que estão provisoriamente instalados na Avenida 13, ao lado da Escola Domingos Vieira Filho, o projeto de Ampliação e Urbanização da Praça de Alimentação que deve ser construída no local.

Segundo a Agência Executiva Metropolitana (Agem) , a proposta de urbanização da Praça prevê a reforma de todo o calçamento com piso em concreto, recuperação do passeio e meio-fio, definição de 13 espaços padronizados para a instalação de trailers, construção de três banheiros, sendo um masculino, um feminino e um para Pessoas Com Deficiência (PCD). Ao todo, uma área construída de 1.019m².

Para o vereador Miguel Ângelo, a apresentação do projeto é um passo importante para a realização da obra. “Há alguns meses fui procurado pelos trabalhadores informais para intermediar com outros órgãos a situação deles, pois estão enfrentando uma ação na Vara de Interesses Difusos e Coletivos que pede a desocupação da área”. Logo , marquei uma reunião com o prefeito Dutra, disponibilizei um advogado e um contador para ajudar em algumas documentações necessárias. E agora foi dado um passo muito importante para a concretização dessa reivindicação coletiva”, acrescentou Miguel Ângelo.

Os trabalhadores estão desempenhando suas atividades de forma irregular, razão pelo qual enfrentam uma ação de desapropriação do local, pertencente ao CE Domingos Vieira Filho. Mas diretor da escola, Professor Saldanha, e os alunos representantes da comunidade escolar cederam a área para a construção da Praça
.
O vereador Miguel Ângelo afirmou que vai está à disposição dos vendedores de lanches para conseguir a permanência deles no local e em seguida a construção da praça. “O governo do Estado está dando apoio, a prefeitura de Paço também e a direção da escola mais ainda. Além disso, os trabalhadores necessitam de um local digno para trabalhar . Portanto, temos uma série de fatores positivos para um ótimo resultado, ” finalizou o parlamentar.

Segundo o presidente da Agem, Lívio Mendonça, a construção de um novo espaço público modernamente projetado estabelece a valorização de todo o seu entorno, proporcionando uma nova funcionalidade ao local. “Isso, consequentemente, gera uma melhor qualidade de vida aos moradores daquela área”, acrescenta Lívio.

Após a apresentação e discursão com os comerciantes, o projeto de Ampliação e Urbanização da Praça de Alimentação será apresentado em uma audiência pública na Vara de Interesses Difusos e Coletivos, que está marcada no próximo dia 27 deste mês. “O Estado foi convidado para avaliar a possibilidade de auxiliar na solução do problema da Praça. Daí foi desenvolvido este projeto. Caso seja aprovado, o Estado, então, poderá entrar como parceiro”, ressaltou o presidente da Agem.

Informações: Site da Agem / Ascom Miguel Ângelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *